Agosto Vermelho: (Não vou me) Iludir

Querido Diário Colorado, ELES QUEREM ME ILUDIR!

Depois de um início de mês com mais uma derrota em Grenal e desclassificação no estadual, o Campeonato Brasileiro finalmente começou e aí… liderança! Além do clássico, a outra derrota de agosto foi trágica: 2 a 1 diante do Fluminense (a única derrota colorada no campeonato até agora foi para Odair Helmann e a única vitória gremista foi também diante do Flu de Odair!) e Paolo Guerrero sofreu lesão no joelho. Provável que esteja fora da temporada.

Foram 2 jogos pelo Gauchão e 6 pelo Brasileiro, 6 vitórias e 2 derrotas. 14 gols feitos e 4 sofridos.

MAS TU VIU O JOGO, PAI?

Este mês deu pra ver tudo #empolgou! Depois de mais uma raiva no Grenal, o começo no Brasileiro foi melhor pelos resultados do que pelas atuações, e o time realmente engrenou a partir do jogo contra o Santos em casa. Os gols do mês foram marcados por Galhardo (5), Guerrero (4), Boschilla (2), Marcos Guilherme (1), Edenilson (1) e Musto (SIM! 1).

Com 5 vitórias e 1 derrota o Inter teve a melhor arrancada desde 1979. É isso mesmo. Nem vou analisar nada, deixa quieto pra não zicar…

PLAYER OF THE MONTH® ou CRAQUE PILHAS PANASONIC de Agosto

Artilheiro do campeonato, assistências decisivas (Coxa na estreia, vindo do banco). Com a lesão de Guerrero e a falta de opções no ataque, tornou-se a referência do setor e não sentiu o peso. Thiago Galhardo vai tendo um ano simplesmente espetacular.

TEVE ISSO?

Aos poucos, MUITO aos poucos, a base vai sendo utilizada no time de cima. Mais pelas necessidades de momento do que necessariamente por convicção, guris como Praxedes, Peglow (que teve Covid no meio do caminho) e principalmente Zé Gabriel vão ganhando minutos importantes e relevância no elenco. No mês em que Bruno Fuchs foi negociado para o CSKA de Moscou, nada mais lógico que seguir apostando na piazada.

BALDASSÔMETRO

Primeiras semanas…
…e na liderança do Covidão!

About the author

Felipe

Felipe da Costa Conti, 34, Jornalista, Colorado.
Queria ser o Taffarel mas não serve nem pra Maizena.

Recordar é viver

Categorias