O coitado da vez

Nestas 297 temporadas em que o Inter não ganha o Brasileiro, muitas vezes ouvi a expressão “coitado desse cara”. Referia-se a um jogador que estava carregando o time nas costas, se matando em campo muito mais do que seus colegas de equipe, e mesmo assim a torcida sabia que não seria campeão. 
A primeira vez que tive esse sentimento foi com Gamarra. Via aquele craque de bola correndo mais que todo mundo, aparecendo em todas as partes do campo, mesmo sendo zagueiro, e contudo sabia que ele não ergueria o troféu em dezembro. 
“Caralho, coitado do Gamarra, merecia ser campeão brasileiro”. 
O coitado da vez chama-se D’Alessandro. O gringo talvez esteja realizando a melhor temporada desde que chegou ao Beira-Rio, melhor até que 2010, quando foi considerado pelo El Pais, do Uruguay, o melhor jogador da América. Nenhuma contusão, gols, assistências, liderança técnica e moral do time. Além de capitão e uma espécie de treinador dentro de campo. 
Ele, por tudo que já fez, e principalmente pelo que está fazendo, merecia ser campeão brasileiro. 

Merecia…

About the author

Grenalzito Corp

4 Comments

Click here to post a comment

Recordar é viver

Categorias