Pra não dizer que não falei de Números

Depois de amanhã o Inter enfrenta o melancólico Botafogo, no Engenhão, 18:30.

Vai ser interessante esse confronto por um motivo bem simples: a comparação entre um elenco limitado mas que morde, marca forte e compensa as (muitas) deficiências com transpiração, contra outro que tem muitos jogadores de talento e capacitados, mas que joga de maneira burocrática.

Ontem eram dois times de jogadores de escritório de advocacia. Sábado do outro lado terá uma equipe de colonos caneludos, que apesar de não chamarem a senhorita Bola de “minha pequena”, correm como quem não recebe salário há vários meses… o que deve ser verdade!

Palpite: 0 a 0 duro. De assistir.

Estatísticas Coloradas no Brasileiro:

13 jogos (21 gols pró / 15 Contra)

7 Vitórias (Corinthians 0 x 1 Inter; Inter 2 x 0 Palmeiras; Goiás 0 x 1 Inter; Inter 2 x 1 Avaí; Inter 3 x 0 Coritiba; Náutico 0 x 2 Inter; Inter 4 x 2 Fluminense);

3 Empates (Cruzeiro 1 x 1 Inter; Inter 0 x 0 Vitória, Inter 2 x 2 São Paulo);

3 Derrotas (Flamengo 4 x 0 Inter; Atlético-PR 3 x 2 Inter; Grêmio 2 x 1 Inter).

Gols:
Nilmar – 5
Alecsandro – 4
Bolaños – 3
Taison – 3
Danny Morais – 1
D’alessandro – 1
Talles Cunha – 1
Magrão – 1
Sorondo – 1
Andrezinho – 1

Assistências:
Kléber – 3
Andrezinho – 3
Alecsandro – 2
D’alessandro – 1
Taison – 1
Marcelo Cordeiro – 1
Magrão – 1

Ps.: Ano passado ganhamos no Engenhão por 1 a 2, gols de Alex e D’alessandro. Aliás, um golaço do Cabezón! Aquela foi uma das DUAS vitórias que conseguimos longe de casa no campeonato todo. A outra foi contra o Fluminense no Maraca.

Na segunda coloco o vídeo dos gols do jogo de sábado, se houver algum, e os do ano passado.

About the author

Grenalzito Corp

1 Comment

Click here to post a comment

Recordar é viver

Categorias