(Preservar a…) …Imagem é tudo

Jamais esqueceremos!
Fernandão voltou… para seu clube de origem, o Goiás Esporte Clube.

O sentimento que fica para a torcida colorada é de que enquanto os outros ponteiros do Brasileirão se reforçam (ou ao menos lutam para manter suas principais armas), o Inter não pensa grande. Parece contentar-se em LUTAR pelo título, e não em GANHÁ-LO. E comemorar vaga somente não faz o estilo da torcida Colorada.

Em um mês Nilmar foi negociado, D’alessandro afastado e Fernandão não acertou seu retorno. Ou seja, as pretenções do clube no campeonato não valem alguns riscos? Pelas atitudes da direção, o que fica evidente é que o título nacional não vale um “desvio de planejamento”, mesmo que esse já não surta efeito algum.

Se daria certo esta segunda passagem de Fernandão, se arranharia sua imagem de ídolo junto à torcida… Nunca saberemos. Mas fica no ar o sentimento de que das três partes envolvidas nesta minissérie (direção, atleta e torcida), a única que realmente QUERIA o retorno era a nação vermelha. Queria pela esperança de uma novidade capaz de mudar os rumos do time. Queria por ter em Fernandão um dos 3 jogadores mais importantes da HISTÓRIA centenária do clube.

Diretoria e Fernandão passam (e passaram durante esses dias) uma sensação de que não gostariam de estragar uma história irretocável, com uma tentativa que poderia ser frustrada, até pela espectativa gerada. Temos de respeitar, são profissionais do esporte ao qual devotamos paixão. Mas nada me tira esta sensação de falta de atitude, de apatia, de letargia na qual o clube encontra-se nessas últimas semanas.

Com Fernandão e uma boa estrutura de time e clube, muitos ousam dizer que o Goiás candidata-se a ficar entre os 4 primeiros colocados lá em dezembro, no final do campeonato. Os mesmos que premeditam o encolhimento das forças coloradas com a saída de Nilmar. Pode ser que sim, pode ser que não. Mas que ATITUDES como contratações ou vendas denotam as PRETENÇÕES de um clube numa competição, é inegável.

Boa sorte ao nosso eterno Capitão neste novo (e talvez derradeiro) momento na sua carreira. A torcida será grata para sempre pelos anos de entrega e títulos que dedicou ao Internacional.

About the author

Grenalzito Corp

7 Comments

Click here to post a comment

Recordar é viver

Categorias