Vício

Pela primeira vez vejo o vírus se desenvolver fora do meu organismo. Desde os 5, 6 anos de idade que desenvolvo essa doença, esse vício. Duas décadas depois, acompanhei as manifestações numa criança (que não eu) desde a mais tenra primavera até os 10 anos.
Meu afilhado é viciado em futebol.  E colorado. E joga bola o dia todo. E agora começa a alternar turnos: Quando não está jogando, está vendo jogos. Quando não está jogando ou vendo jogos, está vendo programas sobre. E agora também está LENDO sobre.
Meu presente de natal pro piá foi o baita livro do Ziraldo sobre a história do Inter. Maravilhosamente bem ilustrado, muito bem escrito e com informações corretas, o livro é tão bala que me arrependi de não ter comprado dois exemplares. Mas meu afilhado já leu! Pegarei emprestado em breve…
Hoje é dia de estreia de temporada. Verei o jogo com o guri. Mais uma alma consumida pelo jogo. Mais uma mente entorpecida pelo esporte. Ainda bem!

About the author

Avatar

Grenalzito Corp

2 Comments

Click here to post a comment

  • Massa Felipe, temos um compromisso com essa piazada de explicar que não é só dos momentos de glórias que o futebol vive e que até a derrota nos faz mais fortes, vide as conquistas da atualidade.

    Ass.: o bem na foto ali do lado—>

  • É isso ae Gonça! Quem não quiser perder nunca não pode gostar de esporte!

    E o jogo ontem heinhô? Bollati banco do JOSIMAR!!! hehehehehe

    Abraços!
    Ass.: Tão mal na foto que nem coloca!

Recordar é viver

Categorias